Segmento da moda em Paraíso é foco do programa Empreender

O Programa Empreender foi lançado na noite de terça-feira, 27, no auditório da Associação Comercial e Industrial de Paraíso (ACIP), em Paraíso (TO). De iniciativa da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), em parceria com a Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Tocantins (Faciet), Sebrae, Prefeitura de Paraíso e ACIP, o programa Empreender visa fomentar o segmento da moda no município.


O lançamento, de acordo com o secretário executivo da Faciet, Pedro Gabriel Siqueira, foi o pontapé para que o núcleo da beleza seja um referencial. “Além do plano piloto, este programa servirá para que os próximos segmentos contemplados ganhem desempenho, força total, fortaleça outros e se tornem referências de Paraíso e todo o Vale do Araguaia”, citou.


Associativismo


A consultora do Sebrae, Patrícia Fucks, explicou que a proposta do Empreender é desenvolver a cultura do associativismo. “Com ele não há somente a melhora do empresário de forma individual, mas sim, uma cadeia de negócios da região. A expectativa é alcançar até 25 empresários por grupo”, disse. Ela ainda afirmou que o programa auxilia na aplicação de metodologia, integra a realização da qualificação técnica e gestão. 


“Visitas técnicas, encontros empresariais, missões, contato com novas tecnologias para aplicar no negócio também fazem parte da estrutura do programa”, destacou.


Durante o evento, os participantes puderam conferir a palestra “Unir para Crescer”, ministrada pela especialista em negócios da moda, Tamy Cecim. Ela abordou os desafios e inovações do segmento direcionados aos microempreendedores individuais (MEIs), microempresas (ME) e empresas de pequeno porte (EPP).


O consultor do Programa Empreendedor, Danilo Lima, contribuiu com a apresentação sobre o associativismo. E para a gerente do Sebrae em Paraíso, Sirlene Martins, as ações têm como objetivo atender as necessidades e expectativas dos pequenos negócios. “Queremos aumentar a produtividade. O intuito é incentivar a busca por novos mercados e reunir os empresários da moda para que se reúnam e encontrem soluções para a economia local”, finalizou.